12 de Março de 2011 – Manifestação popular espontânea contra toda a classe política portuguesa

Não percebi ainda quem é o grupo que está por trás desta manifestação de dia 12 de Março, pelas 15h, a partir do Marquês de Pombal em Lisboa e da Praça da Batalha no Porto. O protesto é apartidário, laico, e pacífico, e os responsáveis pelo site reafirmam que nada têm a ver com partidos políticos ou movimentos de cidadãos; o único que se identifica como nome dá por Alexandre de Sousa Carvalho e é doutorando tal como eu. O protesto apresenta-se como uma iniciativa espontânea de cidadãos nacionais fartos da corrupção e incompetência dos políticos — todos eles, sejam governantes, deputados, autarcas, no poder ou fora dele.

Não sei se é verdade ou não que se trata de um movimento independente e espontâneo; ainda estou a tentar investigar um bocadinho… Se for, e espero que sim (no sentido de não haver na realidade nenhum lobby político subtilmente por trás da manifestação…), estarei lá na Av. da Liberdade de certeza.

Os termos do manifesto são engraçados. Não se trata exactamente de uma manifestação “do Zé Povinho”, ignorante e inculto, que não compreende nada do que se passa. Em vez disso, é um protesto de […] desempregados, “quinhentoseuristas” e outros mal remunerados, escravos disfarçados, subcontratados, contratados a prazo, falsos trabalhadores independentes, trabalhadores intermitentes, estagiários, bolseiros, trabalhadores-estudantes, estudantes, mães, pais e filhos de Portugal. O autor do manifesto acrescenta, e ressalva, que somos a geração com o maior nível de formação na história do país. Por isso, não nos deixamos abater pelo cansaço, nem pela frustração, nem pela falta de perspectivas. Acreditamos que temos os recursos e as ferramentas para dar um futuro melhor a nós mesmos e a Portugal. Esta afirmação é curiosa porque este é, estranhamente, um movimento intelectual: das pessoas que pensam por si, dos que têm cultura e educação, dos que estão fartos de serem governados por atrasados mentais e incompetentes (que por isso mesmo não conseguem encontrar outro «emprego» que não a política), porque, justamente, nós sabemos muito melhor do que é preciso para Portugal e para os portugueses.

Por isso, para já, tenciono ir passear por lá no dia 12 de Março 🙂

Anúncios

Um pensamento sobre “12 de Março de 2011 – Manifestação popular espontânea contra toda a classe política portuguesa

  1. Pingback: Revolucionando as revoluções | Um blog idiota do Luís Miguel Sequeira

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s